Procurar
Close this search box.

Team Europe Iniciativa da UE para Cadeias de Valor Livres de Desmatamento

Sustentabilidade e valor agregado nas cadeias de suprimentos agrícolas (AgriChains)

Sobre o programa

O programa global “AgriChains” reforça a sustentabilidade de cadeias de suprimentos agrícolas selecionadas, como bananas, cacau, café, algodão, óleo de palma, borracha e soja, em estreita cooperação com a sociedade civil, empresas globais e organizações internacionais.

O AgriChains contribui para a proteção ambiental global, os direitos humanos e o bom desenvolvimento laboral e socioeconômico através de cadeias de suprimentos agrícolas mais sustentáveis e valor agregado. Parte das atividades do programa se concentra especificamente na transição para cadeias de suprimentos livres de desmatamento, para proteger as florestas, os ecossistemas e a biodiversidade. Com seus parceiros, o programa está trabalhando em sistemas de verificação e monitoramento florestal para cadeias de suprimentos livres de desmatamento.

Além disso, o AgriChains apoia os governos nacionais e o setor privado organizado nos seus países parceiros na introdução e implementação do EUDR, da Lei Alemã da Cadeia de Suprimentos (LkSG) e na preparação para a Diretiva de Devida Diligência de Sustentabilidade Empresarial da UE (CSDDD) com sua abordagem de consultoria de política global FIT for FAIR e a consulta às Delegações da UE no Sudeste Asiático (EUDR Engagement).

O AgriChains implementa atividades de projeto em 24 países.

O programa AgriChains foi encomendado pelo BMZ e cofinanciado pela UE, SECO e parceiros do setor privado.

Países participantes do projeto com atividades relacionadas ao EUDR:

Objetivos centrais

As práticas de cultivo sustentáveis são implementadas no ponto de produção para proteger as florestas e a biodiversidade e são personalizadas para se adaptarem às alterações climáticas com medidas específicas. As melhorias na produção, no processamento e no acesso aos mercados internacionais aumentam a renda, garantem a subsistência dos pequenos proprietários e criam bons empregos. A responsabilidade corporativa e a devida diligência em benefício das pessoas e da natureza são exigidas e promovidas pelo programa e implementadas em conjunto com as empresas. O intercâmbio, as redes e o aprendizado internacionais permitem que as abordagens e os impactos sejam ampliados em todo o mundo.


Activities of the Project

·       AgriChains transfers knowledge of the impact of the new regulation over to supply chains in its partner countries, raises awareness about corporate due diligence and deforestation-free supply chains and developing compliance approaches jointly with its partners. For instance, it is working in Brazil on deforestation-free soy supply chains and in Colombia, Ethiopia, and Indonesia on deforestation-free coffee supply chains by implementing traceability systems, forest monitoring, and forest protection as well as protecting biodiversity and ecosystems.

·       FIT for FAIR will focus on conducting gap analysis of EUDR/LkSG/CSDDD and relevant national legislative frameworks in partner countries. Based on this analysis, policy recommendations to facilitate compliance with EU and German due diligence legislation will be formulated and conveyed to decisionmakers in the countries of implementation.

·       On behalf of BMZ, AgriChains supports projects to fulfil corporate due diligence obligations in global supply chains through the Due Diligence Fund (DDF). Companies in the agri-food sector, together with public-benefit partners, applied for funding. The focus was on the impacts in the production countries. There is currently no further call for proposals. A total of 13 promising projects were selected from two rounds for funding by the Due Diligence Fund (DDF) and are being implemented by one or more private-sector actors in cooperation with one or several public-benefits partners.

·       As part of the EU’s ‘EUDR Engagement’ combined financing programme, GV AgriChains is supporting the EU delegations in Indonesia, Malaysia, Laos, Thailand, and Vietnam in improving the stakeholders’ understanding of the EUDR.

 AgriChains is furthermore implementing parts of the SCI project.

Parceiros

SECO

Private Sector Partners